Aeroporto de Porto Alegre passa a medir temperatura de passageiros usando câmera térmica

Tecnologia faz parte das medidas de segurança para combater o coronavírus.

Segundo a administradora do local, equipamento pode verificar temperatura de 500 pessoas em três minutos.

Câmeras que medem a temperatura foram instaladas próximas ao embarque doméstico Fraport Brasil/Divulgação Desde a última quinta-feira (30), o aeroporto de Porto Alegre passou a verificar a temperatura dos passageiros que passam pelo local usando uma câmera térmica.

A iniciativa faz parte das medidas de combate ao coronavírus.

Segundo a administradora, Fraport Brasil, a tecnologia possui um sensor capaz de converter a radiação infravermelha emitida pelo corpo humano em imagem.

Em três minutos a câmera pode medir a temperatura de 500 pessoas. O equipamento foi instalado próximo ao embarque doméstico, e caso alguém tenha uma temperatura considerada febril, o procedimento do aeroporto é orientar que essa pessoa busque aconselhamento médico. O que mudou nos aeroportos As rotinas de viagem de avião estão diferentes.

Tudo começa no aeroporto: álcool em gel, máscaras, espaçamento entre as cadeiras na área de espera e orientação para que os passageiros mantenham distância nas filas de embarque. As companhias áreas podem contar com o que consideram um sistema seguro de troca de ar dentro das aeronaves.

O filtro HEPA, sigla em inglês para "ar particulado de alta eficiência", já usado na indústria aeronáutica, tem três processos de filtragem, capazes de reter quase 100% de vírus e bactérias presentes no ar. Uma simulação, feita pela fabricante Airbus, mostra como se dá a troca de ar dentro do avião: ar fresco entra pela tubulação, passa pelos filtros, é direcionado para dentro da cabine, através da saída de ar condicionado no teto do avião, o ar frio desce para o chão, onde ficam as válvulas de exaustão do ar, uma parte volta ao sistema de tubulação e é levada novamente aos filtros, a outra é expelida para fora do avião. Esse processo faz com que o ar interno seja renovado a cada três minutos. Outra mudança é a prioridade do check in virtual.

Entretenimento de bordo, só no celular do passageiro.

Sobre os preço das passagens, ainda não dá para dizer se elas vão ficar mais caras no pós-pandemia.

Initial plugin text
Categoria:Rio Grande do Sul