Vereador de Santa Cruz do Sul tem mandato cassado por crimes de improbidade administrativa e peculato

Elo Ari Schneiders (PSD) foi vereador por seis mandatos e presidiu a Câmara nos anos de 2000 e 2003.

Outro vereador foi cassado na quarta (27) por participação em esquema de rachadinhas.

Vereador de Santa Cruz do Sul tem mandato cassado por suspeita de esquema de rachadinha O vereador Elo Ari Schneiders (PSD) teve o mandato cassado na tarde desta quinta-feira (28), em sessão extraordinária, pela Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo.

O vereador vai responder pelos crimes de improbidade administrativa e peculato.

O mandato foi cassado por unanimidade.

Ele é acusado de 28 irregularidades, entre elas apropriação de dinheiro público, prática de rachadinhas - ao exigir parte do salário de servidores -, além de organização criminosa. Ao G1, o advogado do vereador, Marcos Morsch, informou que irá recorrer da cassação na Justiça e que, apesar de ser um julgamento político, alguns vereadores votaram sem conhecimento do processo "Disse na sessão e repito: votos carimbados, sem compromisso com a verdade", destaca. Na quarta-feira (27), a Câmara de Santa Cruz do Sul, também cassou o mandato do vereador Alceu Crestani (PSD) pelos crimes de prática de rachadinha e por manter um assessor fantasma no gabinete.

Schneiders apresentou um atestado médico, e não participou da sessão extraordinária, que teve a presença de 16 vereadores.

A sessão durou mais de quatro horas.

Durante a votação, a defesa destacou a falta de provas para a cassação.

O advogado Marcos Morsch defendeu que em nenhum momento o vereador fez uso de recursos públicos para “enriquecimento ilícito” e nem, tampouco, houve formação de quadrilha, pois os demais denunciados não foram ouvidos pela Comissão Parlamentar Processante. Ainda segundo Morsch, a acusação de rachadinha ocorreu em mandato anterior, já extinto, em 2015.

"Não poderia ser julgada agora, cinco anos depois, o que é um absurdo jurídico", diz.

Elo Ari Schneiders foi vereador por seis mandatos e presidiu a Câmara nos anos de 2000 e 2003.

Os suplentes João Domingos Cassep (PSDB) e César Cecchinato (PSDB) assumem as cadeiras titulares no Legislativo, nos lugares de Schneiders e Crestani respectivamente. Vereador Elo Ari Schneiders Jacson Miguel Stülp / Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul
Categoria:Rio Grande do Sul