Novos episódios da série sobre Distanciamento Controlado explicam regras para comércio de rua e hotéis

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), vem produzindo uma uma série de vídeos sobre o Distanciamento Controlado. O modelo foi adotado como medida de prevenção para conter a disseminação do coronavírus no RS.

Dois novos vídeos estão no ar, abordando as normas para o funcionamento do comércio de rua e para o setor hoteleiro. As reportagens são divulgadas na área de vídeos do portal de notícias do governo do Estado.

O distanciamento controlado permite a abertura de setores econômicos de acordo com a classificação de risco das regiões. Elas são categorizadas a partir de indicadores que medem a capacidade de resposta do sistema de saúde local e o nível de contágio do vírus.

As bandeiras que identificam a situação cidades estão divididas pelas cores amarela, laranja, vermelha e preta. Bandeira amarela representa risco baixo; laranja é risco médio; vermelha é alto e preto é altíssimo. No sábado passado (16/5), na segunda rodada de atualização, o Estado ficou com predomínio da cor laranja, seguido da cor amarela.

O comércio de rua esta dividido em itens essenciais e não essenciais. Estabelecimentos do primeiro tipo podem abrir para o público em todas as bandeiras, com diferentes tetos de operação (número máximo permitido de funcionários) para cada cor.

No caso do comércio de itens não essenciais, fica vedada a abertura nas bandeiras vermelha e preta e, nas outras, também há restrições para o número de trabalhadores atendendo. Em todas as bandeiras que permitem abertura é necessário respeitar os protocolos obrigatórios de higiene, capacidade de lotação e distanciamento.

O setor hoteleiro também tem regras específicas para funcionar. Hotéis e pousadas podem operar em todas as bandeiras, porém, na medida em que o grau de risco de contágio de Covid-19 aumenta, a quantidade de quartos disponíveis deve diminuir. Na bandeira laranja (risco médio), os estabelecimentos devem ofertar não mais do que 50% das acomodações.

É importante destacar que as normas para hotéis localizados na beira de estradas são menos restritivas devido à importância do setor para a garantia do atendimento à população. Medidas de higienização em todos os ambientes de uso coletivo são obrigatórias em qualquer bandeira.

OS VÍDEOS:

• Episódio 4: setor hoteleiro – https://www.youtube.com/watch?v=kiOUsjzDf10

• Episódio 3: comércio de rua – https://www.youtube.com/watch?v=hjfYa37RGmU

• Episódio 2: uso de máscara facial – https://www.youtube.com/watch?v=sA-JMAgKVKI&t=51s

• Episódio 1: como funciona o distanciamento controlado – https://www.youtube.com/watch?v=IPShMLgmSQU

Fonte: Correio de Imbé

Categoria:NOTICIAS DO RIO GRANDE DO SUL